Rede de Bibliotecas do Concelho de Cuba
 

Rede de Bibliotecas do Concelho de Cuba

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Documentos da Rede

Protocolo de Cooperação Manual de Procedimentos do Portal

Ana Paula Figueira - outubro 2014

Ana Paula Figueira Este mês, o destaque vai para uma autora alentejana: Ana Paula Figueira. Ana ...

Concurso Nacional de Leitura 2018

A BEC (Biblioteca escolar de Cuba) participa, como é habitual, no Concurso Nacional de Leitura,...

dezembro 2016

Em dezembro há férias, logo...há tempo para ler +!Eis as nossas sugestões par o mês de dezembro:Pré...

  • Documentos da Rede

    Quinta, 11 Março 2010 17:52
  • Ana Paula Figueira - outubro 2014

    Terça, 28 Outubro 2014 10:34
  • Concurso Nacional de Leitura 2018

    Terça, 09 Janeiro 2018 12:43
  • dezembro 2016

    Segunda, 12 Dezembro 2016 14:42
  • CONVITE: Apresentação do Livro de Jorge Serafim "A Minha boca parece um deserto"

    Sexta, 30 Maio 2014 08:50
Rede de Bibliotecas do Concelho de Cuba

Semana da Leitura 2015

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF


A Semana da Leitura 2015, que este ano decorre na nossa escola, em diferentes espaços (auditório, biblioteca escolar e salas de aula) e na biblioteca municipal, acontece entre os dias 16 e 20 de março. O convite à (re)descoberta da palavra escrita, dita, cantada, declamada, ilustrada, num contexto de partilha e na pluralidade de vivências do mundo, tem como objetivo contribuir para que todos leiam em qualquer lugar, suporte ou contexto, dando visibilidade à leitura, à universalidade e intemporalidade da Palavra. O tema «Palavras do Mundo» surge, assim, em diferentes peças de teatro que os alunos irão representar, em animações de leitura ("Quanto vale a amizade nas palavras do mundo?"), em encontros com a escritora Antonieta Félix, com sessões de escrita criativa, em palavras cinematográficas com o "Rapaz do pijama às riscas", em mostras tecnológicas (os ebooks fascinam-nos?). Pre(textos) para o texto, a palavra nos sentidos deste mundo, que é o nosso.


Junta-te a nós!

Actualizado em Segunda, 16 Março 2015 16:22
 

TEDy - youth ideas worth spreading

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

A motivação que levou ao desenvolvimento da proposta do projeto Tedy resulta de contactos anteriores a grupos de trabalho estabelecidos entre as organizações envolvidas (desenvolvidos em diferentes iniciativas de cooperação), onde se tornou claro que, no que diz respeito às abordagens e aos métodos de ensino convencionais utilizados com os jovens, existe a necessidade urgente de identificar, desenvolver, testar e partilhar novos métodos, ferramentas, metodologias que atraiam efetivamente os grupos mais jovens de modo a estimular dentre eles a consciência concreta, a aprendizagem, a aquisição de conhecimentos e habilidades básicas. Em estreita ligação com as suas necessidades, todos os parceiros do projeto (Escócia, Itália, Espanha e Letónia) concordaram em construir uma parceria europeia, que poderia resolver os principais problemas e lacunas comuns identificados em contextos escolares em cada região parceira (que geralmente não estão longe de outros níveis nacionais ou europeus). As principais necessidades a ser atendidas são fortemente enquadradas por dois focos diferentes: 

- Os jovens, nomeadamente aqueles com menos oportunidades ou enfrentando obstáculos educacionais, sociais ou familiares e que revelam falta de interesse e motivação para a aprendizagem; que abandonam  precocemente a escola; que obtêm baixo sucesso escolar; que possuem baixas qualificações básicas e transversais e manifestam uma fraca participação e iniciativa.

 - Os parceiros, pela falta de abordagens educativas não-formais/informais; pela necessidade de desenvolverem competências TIC (professores e pessoal não docente); pela oportunidade de cooperação e partilha das melhores práticas; pela "inadequação" de ferramentas e métodos de ensino.

A parceria Tedy estabelece, em consequência, um plano de trabalho que prevê os seguintes objetivos principais:

- Promover a avaliação das competências transversais importantes, e complementar as competências base, isto é, o espírito empreendedor, a cidadania e as competências TIC.

- Promover a inclusão e bem-estar social através da estimulação, capacitação, iniciativa, participação e liderança, mas também através do contributo para solidificar o ecossistema escola-comunidade ;

Melhorar a realização dos jovens, especialmente os que estão em risco de abandono escolar precoce e com poucas competências de base, através da introdução de recursos educacionais inovadores e mais atraentes no contexto escolar;

- Promover o desenvolvimento profissional, mas também o desenvolvimento pessoal dos grupos-alvo, em TIC (metodologias e ferramentas educacionais e pedagógicas), ou seja, através do processo de desenvolvimento e implementação da plataforma Tedy, que promovem o desenvolvimento e produção de conteúdos didáticos que serão disseminados com recursos educacionais abertos;

- Promover a aceitação de experiências práticas empresariais, iniciativas, soluções e conceitos inovadores em educação e trabalho com jovens, nomeadamente através do apoio a pessoas jovens, a capacitação e ação concreta numa abordagem que cruze as necessidades educativas, os planos curriculares escolares e, que simultaneamente, respeite o espetro dos jovens, isto é, ingenuidade, génio, invenção e interesses particulares;

- Apoiar a produção e adoção de Recursos Educacionais Abertos, ou seja, através do uso amigável, dinâmico e amplamente acessível das TIC, promover a produção de conteúdos educativos em diferentes idiomas europeus, como o Letão, o Português, o Italiano, o Espanhol e o Inglês.  


TEDy - worth ideas worth spreading (clique no link para visualizar o vídeo)

A primeira mobilidade do projeto decorreu entre 16 e 22 de novembro na Escócia (Edimburgo). O filme apresenta alguns dos momentos de trabalho e convívio entre os parceiros.

Actualizado em Quinta, 08 Janeiro 2015 12:10
 

Ano Novo e tradição

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Votos e promessas. Segundo o dicionário Priberam, um e outro vocábulo estão interligados; isto é, uma promessa é "uma declaração em que se anuncia a outrem ou a si mesmo uma ação futura ou intenção de dar, cumprir, dizer ou fazer algo", um voto é "uma promessa solene". Elenco as promessas do novo ano: ler mais, contribuir para que os alunos gostem de ler cada vez mais, colocar a leitura no centro dos interesses dos alunos, ir mais além e motivar toda a comunidade escolar aLer+. Ambicioso? Sim! Utópico? Talvez... mas é aqui que entra o voto, a promessa solene: não cruzar os braços e deixar que a incerteza se apodere de nós.

CNL - Cuba _ fase distrital 2012/13

Imagem: Concurso Nacional de Leitura - fase distrital 2012/13 (BMC)

Fazer sempre mais e melhor, insistir. Lá diz o ditado, água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Primeiro ponto a contribuir para o cumprimento das promessas: chegaram já os documentos que a biblioteca escolar adquiriu no âmbito do projeto aLer+, que designámos "Ler é +!". Livros para miúdos e graúdos - a nossa biblioteca escolar tem um espaço para a literatura de adultos, precisamos que esse espaço comece a ser procurado. Segundo ponto: está aí o Concurso Nacional de Leitura, que já é tradição na nossa BE. Trinta e dois alunos de sete turmas estão a preparar-se para concorrer a nível de escola; no dia 12 de janeiro procederemos à primeira eliminatória. É o ano em que temos mais concorrentes! Bom sinal :). Terceiro ponto positivo: diferentes projetos a nível de escola concorrem para esta ambição comum de Ler+. Estamos no bom caminho e prontos para arremessar as pedras que o tentem barrar. 

Bom ano! Boas leituras!

Actualizado em Quarta, 07 Janeiro 2015 11:54
 

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Sempre que se assinala um dia especial, ficamos com a sensação que o sentido correto seria que não houvesse apenas um dia a assinalar essa data, mas que todos os dias fossem esse dia especial. O Dia da Internacional da Pessoa com Deficiência não é diferente e a reflexão introdutória baseou-se na observação de uma aluna do Agrupamento de Escolas de Cuba que participou nas atividades promovidas na Biblioteca Escola: "mas não devemos respeitar e ajudar as pessoas com deficiência todos os dias?". Com efeito, assim é, todavia, os dias especiais têm uma função bem específica, que é precisamente, não permitir que se banalize este dever e acabar por esquecer que todos os dias, são dia da pessoa com deficiência.

 No Agrupamento de Escolas de Cuba, assinalou-se entre os dias 3 e 10 de dezembro este dia especial com diferentes atividades no auditório, na biblioteca e nas salas de aula com diferentes temáticas: "O direito ao respeito", "O direito à leitura", "O direito à expressão", "O direito ao desporto", "O valor dos direitos" e, no encerramento das atividades, "lançar dos direitos".

No entusiasmo da participação coletiva, houve espaço para a reflexão e produção de pequenos textos coletivos, gargalhadas nas dramatizações e oferta de bolos confecionados pelos alunos da unidade de multideficiência do agrupamento.

 As fotos testemunham alguns dos momentos das atividades realizadas na biblioteca escolar:

Actualizado em Quinta, 18 Dezembro 2014 15:31
 

MIBE 2014 - Encontro com a escritora Ana Paula Figueira

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Será que amanhã ainda me amas?


A escritora Ana Paula Figueira apresentou o livro Será que amanhã ainda me amas? na nossa escola, no âmbito das comemorações do Mês Internacional da Biblioteca Escolar.

 

Os alunos de 3º e 4º anos puderam usufruir da presença afável e dialógica da autora que, para além de nos presentear com a leitura de excertos do livro, deu a vez e a voz a todos os pequenos leitores que a quiseram questionar.

Imagens de momentos deliciosos:

Actualizado em Terça, 28 Outubro 2014 10:28