Rede de Bibliotecas do Concelho de Cuba

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Documentos da Rede

Protocolo de Cooperação Manual de Procedimentos do Portal

Ana Paula Figueira - outubro 2014

Ana Paula Figueira Este mês, o destaque vai para uma autora alentejana: Ana Paula Figueira. Ana...

Concurso Nacional de Leitura

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2016/17A Biblioteca Escolar de Cuba (BEC) já selecionou o livro que os...

dezembro 2016

Em dezembro há férias, logo...há tempo para ler +!Eis as nossas sugestões par o mês de dezembro...

  • Documentos da Rede

    Quinta, 11 Março 2010 17:52
  • Ana Paula Figueira - outubro 2014

    Terça, 28 Outubro 2014 10:34
  • Concurso Nacional de Leitura

    Segunda, 12 Dezembro 2016 15:22
  • dezembro 2016

    Segunda, 12 Dezembro 2016 14:42
  • CONVITE: Apresentação do Livro de Jorge Serafim "A Minha boca parece um deserto"

    Sexta, 30 Maio 2014 08:50
Rede de Bibliotecas do Concelho de Cuba

Concurso Nacional de Leitura

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2016/17

A Biblioteca Escolar de Cuba (BEC) já selecionou o livro que os alunos de 3º ciclo deverão ler para participar no CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2016/17 promovido pelo Plano Nacional de Leitura.

A primeira eliminatória realiza-se na BEC, no dia 18 de janeiro, pelas 10:30h. 

SINOPSE

Afmau, que significa «leal e fiel» na língua mapuche, a língua da Gente da Terra, é o nome ideal para um filhote de pastor-alemão que, sobrevivendo à fome e ao frio da montanha onde nasceu, assim demonstra a sua enorme lealdade à vida. Na companhia de Aukamañ, um rapazinho mapuche, Afmau aprende a conhecer o mundo que o rodeia e a respeitar a diversidade da natureza. Porém, nem todos pensam da mesma forma: um bando de estrangeiros, com costumes estranhos aos da Gente da Terra, chega à aldeia onde Afmau vive, semeando o caos e o medo. Condenado daí em diante a uma vida de servidão e crueldade, obedecendo a uma missão odiosa - perseguir e capturar todos os que se oponham ao bando de estrangeiros -, o destino acaba por proporcionar a Afmau uma derradeira oportunidade de redenção, numa fábula maravilhosa e naturalista onde Luis Sepúlveda reflete sobre o peso do passado e da memória, a força da amizade e da solidariedade e o respeito pela Terra e por todos quantos nela habitam.

O que estás à espera para começar a ler?

Actualizado em Sexta, 06 Janeiro 2017 11:31
 

Leituras de Natal

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Natal é época de festejos em família, Natal é época de troca de prendas.

A tecnologia mudou para sempre a parafernália depositada sob as árvores de Natal ou no sapatinho. Incrivelmente, ao lado dos tablets, telemóveis, wiis e, quem sabe e-readers, ocasionalmente, ainda vão surgindo os antigos livros em formato papel. Quem diria que ainda há quem se delicie a folhear e a cheirar, a ler, que digo eu, a devorar livros? O tom, levemente irónico, denuncia, contudo, a realidade. De facto, os jovens (e os adultos) leem cada vez mais em suporte digital, apesar de se considerar ainda incipente o número de leitores digitais, especificamente nas leituras longas, como novelas e romances. O hipertexto, numa rede de informação interativa abre novas possibilidades ao leitor, apesar de fracionar as leituras. Por este motivo, a maioria dos adeptos das leituras digitais são os que procuram informação, mais do que leituras recreativas. Estas constatações explicam o facto de, ao contrário de um receio frequentemente expresso na opinião pública, a leitura de livros em formato digital ainda não ter completamente substituído a leitura de livros em formato papel. 

A Biblioteca Escolar de Cuba passará a disponibilizar, a partir de janeiro, e-readers procurando, desta forma, "aliciar" novos leitores. Para os que ainda gostam do toque, do cheiro e da leitura em papel, as sugestões de Natal estão já disponíveis nos "Livros aos molhos". É só requisitá-los e ir lendo, até que descubram no do Dia de Natal as novas leituras que a família ofereceu, sejam elas digitais ou em papel. 

Boas leituras e um feliz Natal!

 

dezembro 2016

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Em dezembro há férias, logo...há tempo para ler +!
Eis as nossas sugestões par o mês de dezembro:

Pré-escolar e 1º ciclo

 

2º/3º ciclos

BOAS LEITURAS e um FELIZ NATAL!

 

Concurso Literário "Uma carta para ..." 2016

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Consulta aqui o regulamento

Actualizado em Quarta, 16 Março 2016 10:09
 

Joaquim Palminha da Silva

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Faleceu, no passado dia 15 de novembro, Joaquim Palminha Silva (Évora,1945-2015).  Licenciado em História pela Faculdade Letras da Universidade de Lisboa, trabalhou na área da Sociologia da Cultura e da História. Foi funcionário do Ministério dos Negócios Estrangeiros/Secretaria de Estado dos Consulados e das Comunidades Portuguesas e, no final dos anos noventa, da Câmara Municipal de Cuba. Foi fundador da «Associação Cultural Fialho de Almeida» (Cuba). Da sua vasta obra, destacamos duas, pela conexão que estabelece com a Câmara Municipal de Cuba e a Associação Cultural Fialho de Almeida: Poetas da Nossa Terra (recolha e antologia dos poetas populares do Concelho de Cuba), 1997 e Bibliografia Passiva de Fialho de Almeida, Beja, 2000. Para conhecer um pouco melhor a vida e obra recomendamos: 

http://aviagemdosargonautas.net/apresentacao-do-argonauta-joaquim-palminha-silva/ 

http://www.tsf.pt/vida/artes/interior/aos-domingos-com-fialho-joaquim-palminha-silva-investigador-1809536.html